MDK

 

 

 

Quando a Shiny Entertainment anunciou em 1997 seu lançamento, MDK, foi feita muita especulação a respeito, que MDK era abreviação de Murder Death Kill, daí criou-se a expectativa de um banho de sangue de proporções épicas...

Assim que você inicia o jogo, vê que a coisa não é por aí, na história do jogo, você é Kurt Hectic, um zelador que cuidava do laboratório de um excêntrico inventor, até que a Terra foi invadida por gigantescas máquinas mineradoras que devastam tudo em seu caminho.

 

 

É aí que o seu sossego acaba, o Dr. Fluke Halkins te equipa com sua maior invenção, a Coil Suit (uma roupa de combate que parece que foi projetada por H.R.Giger, com sistema de armas e um para-quedas estilosíssimo), uma vez vestido, ele te joga da estratosfera para cima do minerador.

Dentro do minerador que a ação toda começa, hordas de alienígenas partirão para cima de você sem dó nem piedade. Atiradores, kamikazes, tanques e uma infinidade de inimigos dos mais variados tamanhos e formas... O difícil da coisa é saber o que você vai atacar enquanto está babando pelo cenário alucinante.

 

MDK foi um dos últimos jogos a renderizar o motor do jogo via software, mas ainda assim, o visual é até hoje um dos mais impressionantes que eu já vi.

A jogabilidade é em terceira pessoa, bastante simples por sinal, você corre, pula e atira no que estiver à sua frente. É viciante.

 

Em alguns momentos, você precisa alternar para o modo sniper, para poder avançar na missão, abatendo alguns inimigos à distância. Em outros, você desliza em uma prancha voadora (ou simplesmente em túneis), até chegar no piloto de cada máquina mineradora (vulgo Boss), passado ele, você pode salvar o jogo, o que te dá um bom nível de dificuldade para finalizar o jogo.

MDK é adrenalina e humor, recentemente desenterrei ele de uma pilha de cds empoeirados para matar as saudades... Depois acham estranho eu não escrever sobre as novidades, quando tem muita coisa boa por aí caindo no esquecimento.

P.S.: Não me lembro onde, se em algum lugar da documentação ou se em uma entrevista com a equipe de desenvolvedores, é mencionado que MDK são as iniciais de Max (um cachorro falante de 4 braços que auxilia o inventor), Doc (doutor) e Kurt (você).