Moebius Path


23/12/2011


 
 

Feliz Natal

QUANDO O NATAL CHEGAR, LEMBRE-SE:

O LOBO NÃO ACREDITA EM PAPAI NOEL!

Categoria: Mundo Nerd
Escrito por Raposo às 09h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

22/12/2011


 
 

Nostalgia: Cards Ping-Pong


Recebi hoje pela enésima vez aquele e-mail com o interminável power-point chamado "Sobreviventes", muito provavelmente todo mundo já recebeu esse e-mail com alguma variação no nome, mas falando que a geração que hoje está na casa dos 30 e tantos (para cima) teve uma infância muito diferente das crianças de hoje em dia.

Apesar de estar contente com a época que eu vivo, sou obrigado (como a maioria do pessoal da minha idade) a concordar com grande parte do e-mail. A molecada de hoje em dia tem acesso a coisas que eu nem imaginava (conversas de webcam via Skype era algo que só existia no futuro dos Jetsons).

Um exemplo que veio à tona em uma conversa com amigos sobre isso eram os álbuns de figurinhas, não que eles não existam hoje em dia, mas não existe mais aquela coleção que literalmente TODO MUNDO fazia (como por exemplo os Cards de futebol da Ping-Pong).


Cards Ping Pong

Claro, não é todo mundo que lê isso aqui que sabe do que eu estou falando, mas é o seguinte: Lá para o século passado, a Ping-Pong lançou um chiclete de tutti-frutti que ao invés de seguir o formato padrão dos chicletes era muito maior e mais fino, e ao invés daquelas figurinhas tradicionais, trazia um cartão com a foto de um jogador de futebol (e atrás dele a história desse jogador).

Isso virou febre, todo moleque colecionava esses cartões, e se você via algum garoto que você não conhecia com uma pilha desses cartões, logo perguntava se ele não tinha repetidos para trocar. (Várias amizades começaram assim)

Hoje em dia, eu não vejo mais a garotada socializar a não ser que seja via internet.

Um detalhe peculiar: Já discuti muito hoje em dia com o pessoal mais novo que a camisa do Fluminense era verde e rosa (quase sou linchado quando começo essa discussão) e o povo vocifera comigo que não é rosa, é "grená" (como se isso soasse mais másculo). Divagando para esse lado, o povo que desfila no carnaval pela Mangueira não parece se incomodar com o "verde e rosa", nem pretende que a escola adote o "verde e grená"...

Bem, aí está um cartão do Fluminense, da década de 70 (início da 80) com o verde e rosa para o povo de memória curta (ou que não viveu aquela época)

As cores (desbotadas) do Fluminense antigamente

Para o povo nostálgico, achei um site de colecionadores desses cartões que vale à pena uma visita: http://www.cardspingpong.com.br/index.htm

Aqui a galeria deles de cartões: http://www.cardspingpong.com.br/Imagens.htm

Confesso que vendo as imagens duas coisas me passam pela cabeça:

1 - O cheiro do chiclete que vem direto à memória

2 - Jogadores de futebol eram atletas, não modelos ou garotos propaganda, logo eles não precisavam parecer como tais (Fazer o quê? É o sinal dos tempos)

Categoria: Mundo Nerd
Escrito por Raposo às 10h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/12/2011


 
 

Escolha bem seus oponentes...

Joken-PÔ!

Categoria: Mundo Nerd
Escrito por Raposo às 10h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

19/12/2011


 
 

O Império Ctrl+Ataca!

O Império Ctrl+Ataca

Categoria: Mundo Nerd
Escrito por Raposo às 16h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 
 

B.P.Richfield

 

Durante um bom tempo, a Família Dinossauro foi um dos meus programas prediletos... O programa era engraçado questionava um monte de aspectos da nossa família e sociedade.

Difícil lembrar do programa sem que alguem cite o Baby com o seu incansável "Não é a Mamãe! Não é a Mamãe!!", mas ao contrário da maioria das pessoas, meus personagens prediletos da série não estavam entre os Silva-Sauros: Um deles era o Roy, basicamente porque ele era um imbecil, o outro era o Sr. Richfield, chefe do Dino.

B.P.Richfield era o chefe do Dino e do Roy na WeSaySo (Que eu não me lembro do nome em português), ele era um triceratops engravatado dentro de um pequeno trailer e ele instigava pavor nos corações dos outros dinossauros.

Ele é o estereótipo do chefe sacana, grita com os funcionários, paga todo mundo mau, é irônico e maldoso e ainda assim, é possível achar graça dele. Já tive alguns chefes como ele, e tenho certeza que ainda terei mais alguns (por incrível que pareça essa categoria de dinossauro engravatado ainda vaga por aí, passando kilômetros longe da possibilidade de extinção)

Em um dos diálogos que eu lembro dele tinha a seguinte passagem:

[Sr. Richfield]: - "UM AUMENTO?? POR QUE EU TE DARIA MAIS DINHEIRO???"

[Dino da Silva Sauro]: - "Eu tenho uma família grande, preciso de mais dinheiro para sustentá-los..."

[Sr. Richfield]: - "E EU TENHO CULPA DA SUA FAMÍLIA SER TÃO GRANDE???"

[Dino da Silva Sauro]: - "Não senhor, mas..."

[Sr. Richfield]: - "A MEU VER, VOCÊ NÃO PRECISA DE MAIS DINHEIRO, E SIM DE MENOS FAMÍLIA!!"

Que atire o primeiro fóssil quem nunca teve um chefe assim...


Categoria: Telonas e Telinhas
Escrito por Raposo às 15h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Histórico

Outros Sites

Visitante Número