Moebius Path


03/06/2011


 
 

Quadrinhos: Dilbert

 

Dilbert

Categoria: Mundo Nerd
Escrito por Raposo às 10h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 
 

Quadrinhos na telona: Thor

 

Thor

Eu devia ter postado sobre o Thor semanas atrás, quando vi o filme, mas antes tarde do que nunca...Riso

 

Thor foi um filme que me surpreendeu, basicamente por dois motivos:

1- Eu fui ao cinema sem esperar muito sobre ele.

2- Foi o primeiro filme 3d que eu assisti.

Quanto ao primeiro motivo, Thor nunca foi um dos meus personagens prediletos, sempre acompanhei as aventuras do Deus do Trovão (às vezes com boas sagas, às vezes nem tanto) e quando eu soube do filme, foi sob a forma de crítica ("Puseram um surfistinha para fazer o Thor, tinha que ser um cara grande, truculento, afinal, o Thor peitava o Hulk de igual para igual") e algumas coisas afins... Resultado: Não procurei nada na internet antecipadamente, não vi material promocional nem nada do tipo, o que foi excelente.

 

Algumas coisas do filme não foram bem como eu imaginaria que fosse, por exemplo, com todo o fanatismo religioso que vemos por aí, é um bocado arriscado se fazer um filme heróico sobre deuses de uma religião extinta, por isso essa questão acaba "contornada" dizendo que os Asgardianos são imortais de outro plano dimensional que quando visitaram a terra, foram confundidos com deuses (Indeciso), tudo bem, vamos tentar agradar o máximo de pessoas possível.  Outra coisa que eu não gostei muito foi a maneira com que Asgard foi retratada. Nos quadrinhos é feita a menção a ela como a "Cidade Dourada", mas levaram isso meio que ao pé da letra demais e a coisa toda ficou exagerada para o lado Blade Runner na Sapucaí, o que me leva à Bifrost, ou, como a maioria conhece, a "Ponte do Arco Íris"... Não vou descrevê-la aqui, vou apenas dizer que não concordo da maneira como ela foi idealizada no filme (claro, se alguém discordar de mim, é um bom tópico para debates). Por fim, a última coisa que eu estranhei no filme foi a ausência de "Balder, o Bravo", o mais gentil dos deuses, etc, etc... Tudo bem que da última vez que eu o vi nos quadrinhos ele havia deixado Asgard para viver com Karnilla, a rainha das Nornes, mas não me lembro mais se na época ele havia morrido ou não - De repente ele está reservado para outro filme.

 

Os três guerreiros

Agora os pontos bons: Quanto à história, muita coisa clássica do Thor estava lá, o orgulho e a arrogância da juventude, o exílio em Midgard (ou, como nós pobres mortais chamamos: Terra), os Gigantes de Gelo, o "Sono de Odin" e até o Destruidor está por á também. Apesar das armaduras estarem meio "século XXI", os personagens estão muito bem caracterizados, o Thor está mais voltado para o universo Ultimate da Marvel, mas Lady Sif, os Três Guerreiros e Odin estão impecáveis (por incrível que pareça imaginei "Sir" Anthony Hopkins como Odin quando assisti Beowulf - tem poucos artistas hoje em dia que eu acredite que pudesse emprestar tanta dignidade ao Pai dos Deuses), o único que eu achei estranho a primeira vista foi Heindall, mas logo a gente acostuma.

Jane Foster não era mais médica, mas deu um jeito de "disfarçar" Thor de Donald Blake (Gostei quando isso aconteceu) e Loki também estava muito bem caracterizado, embora eu achasse que ele deveria ser um pouco mais cruel do que foi... Vou parar por aqui para não estragar o barato de ninguém, quanto ao 3D, pelo que eu percebi, esse filme não deve ter sido filmado em 3D, e sim adaptado, por que tem muita coisa nele que poderia ter alguma profundidade e não teve, mas tudo bem, falo sobre isso outra hora. Agora é esperar pelo filme dos Vingadores. ("Thor will return Avangers")

Categoria: Telonas e Telinhas
Escrito por Raposo às 09h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Histórico

Outros Sites

Visitante Número